Conheça a Organização que vem fazendo a diferença na vida de mulheres da indústria cafeeira

Foto: Facebook IWCA

Discussão constante atualmente, o empoderamento feminino não poderia ficar de fora do mundo do café. E é praticamente impossível falar deste assunto sem citar a International Women Coffee Alliance (IWCA), ONG que busca, dentre outras coisas, “encorajar e reconhecer a participação de mulheres em todos os aspectos da indústria cafeeira”.

Antes de começarmos é importante mostrar alguns dados. De acordo com o Banco Mundial, estima-se que mais de 500 milhões de pessoas têm o café como meio de subsistência no mundo. Desses, 25 milhões são cafeicultores e a grande maioria são mulheres. Além disso, há 1 bilhão de pessoas vivendo em condições de pobreza, 70% delas mulheres. E outro dado curioso é que de todas as terras tituladas no mundo, menos de 1% estão em nomes de mulheres.

Deu pra ter uma noção do que estamos falando, não é? Além das dificuldades para manter um padrão de vida respeitável, elas ainda enfrentam a desigualdade de gênero, que prevalece no mundo do café!

Dito isto, voltemos à IWCA. A organização surgiu após uma viagem do café só para mulheres entre duas amigas, Karen Cebreros e Kimberly Easson, para Nicarágua e Costa Rica em 2003. O objetivo era um só: incentivar uma melhor compreensão das questões enfrentadas pelas mulheres e criar conexões entre mulheres de todos os segmentos da indústria cafeeira.

Foram apenas três dias de viagem, mas o suficiente para fazer contato com mulheres de diferentes origens e discutir maneiras de fazer a diferença através de seus relacionamentos comerciais. No mesmo ano elas ainda participaram da conferência anual da Specialty Coffee Association of America (SCAA), em Boston, e marcaram um café com as mulheres participantes. A expectativa era que umas 30 comparecessem, mas foram quase cem mulheres de todo o mundo!

A Organização se sustenta sobre seis valores – Respeito, Sustentabilidade, Abundância, Integridade, Colaboração e Fazer a Diferença – e está presente em 19 países através de filiais que elas chamam de capítulos. O capítulo brasileiro atualmente é presidido pela diretora de importação e exportação do Centro de Treinamento da Academia do Café, Débora Fortini

Sem dúvida alguma, a Aliança Internacional das Mulheres do Café tem feito uma grande obra na valorização do trabalho da mulher no café, como elas mesmo dizem “desde a semente, até o copo”. E que continuem crescendo! Caso você queira ajudar, ainda pode virar um patrocinador ou fazer uma pequena doação

No Dia Internacional da Mulher, fica aqui nossa singela homenagem!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *