Para a China, com café

Vamos dar uma volta?
O destino não é logo ali, mas isso vai valer a pena. Então, pega um café, que lá vem história. ☕ 

COMO O CAFÉ CHEGOU À CHINA?

Muito tempo depois de o amor por essa bebida escura e aromática brotar em alguns corações humanos, o café chegou à China, mas não especificamente para os chineses.

Era 1860 quando, naquele momento, estavam rolando as Guerras do Ópio por lá, que levaram muitos imigrantes colonizadores e suas culturas, incluindo a cafeeira.

Tristemente, os cafés da China daquela época exibiam plaquinhas indicativas onde se lia algo como: “Entrada de cães e chineses proibida”.

A história de dominação chinesa foi longa e, lá por volta de 1890, a produção local de café começou a acontecer, mas, de novo, não pelos chineses. Foi pelas mãos de um francês que a magia começou. O local escolhido foi onde tradicionalmente já se produzia o chá preto, e que se mostrou, então, perfeito também para o café: a província de Yunnan, que significa “ao sul das nuvens”.

 

E AGORA?

De lá para cá, tanto o consumo de café pelos chineses quanto a própria China só cresceram.

Segundo a Embrapa Café, registra-se um aumento no consumo de mais de 1.000% nos últimos dez anos. E isso está relacionado ao expressivo crescimento econômico do país, que levou muitas famílias a ingressarem na classe média.

Resumindo: tomar café virou moda na China. Um verdadeiro símbolo de status.

E as projeções futuras? São de melhoria contínua nesses índices.

Verdade é que, sim, os chineses também amam tomar café. ♥

Quer saber sobre a preferência deles? Café solúvel aromatizado.

E, por falar em aroma, quem ama café precisa conhecer o Summer Blend, com notas de frutas vermelhas e chocolate. ~~~ hmmmm…

E se você quiser dar um pulinho para tomar um café na China, vá à cidade de Fushan – a número um do café chinês.

Mas, se você não puder ir tão longe, vem para o Café Cultura!

 

Fontes: Notícias Agrícolas; Embrapa; Embrapa Café.
Imagem: Col. Fotografias do Oriente I FCG – Biblioteca de Arte e Arquivos.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *